Licença Creative Commons
O Blog é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Baseada no trabalho presente em http://www.pintandoosetecomavida.blogspot.com.
.

sábado, 27 de agosto de 2016

Feliz dia do Psicólogo!


(Google Images)

SER PSICÓLOGO

Ser Psicólogo
é fazer poesia das emoções sem necessariamente ser poeta.

Ser Psicólogo
é trabalhar com o verso e o reverso na tentativa de equilibrar o poema interno de cada ser.

Ser Psicólogo
é ser um facilitador na busca de equilíbrio nas crises previsíveis e imprevisíveis da vida.

Ser Psicólogo
é, sobretudo, ser escuta empática de um coração que pulsa no compasso de emoções indesejáveis.

Maria Helena Mota Santos

Tamara venceu!



Não foi por acaso que a chamei de "Poderosa" após perceber a sua postura perante os obstáculos do caminho.
Não foi por acaso que plantei a semente do seu sorriso no meu coração e a transformei em sol interior que aqueceu uma amizade incondicional.
Não é por acaso que hoje Tâmara vivencia a emoção de uma linha de chegada de um sonho plantado com sorrisos e regado por lágrimas.
Nada na vida de Tâmara é por acaso porque ela faz de cada momento um trampolim para chegar ao objetivo desejado!
Tive o privilégio de caminhar lado a lado na sua busca por uma profissão e poucas vezes fui testemunha de tanta luta e determinação.
Por isso hoje sou só emoção!
Meu coração pulsa no compasso da felicidade por perceber que "Minha Poderosa" venceu!
O que desejar para ela?
Desejo o infinito das possibilidades.
Desejo, sobretudo, que novos sonhos sejam sonhados para que novas realidades estejam presentes no caminho vitorioso dessa guerreira!

Tamara,
Gostaria de estar ao seu lado para ser só abraços e aplausos. Como não posso fico daqui em sintonia com toda essa emoção que sei que está fluindo do seu ser.
Que a nova estrada profissional acione sempre seu sorriso que aquece todos que estão ao seu redor.
Você faz a diferença porque tem a essência do amor!
A área de Biomedicina ganhou uma Profissional que fará a diferença!
Sou sua fã!

Parabéns!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Para sempre



(Google Images)

O "para sempre"
pode durar
até amanhã
E o "nunca"
pode acabar
neste momento

A vida segue
modificando
os paradigmas
O que era óbvio
nas mãos do tempo
desmistifica

E as promessas
às vezes se perdem
nas mãos do vento
Que torna vulnerável
a senha confiável
de um momento

Maria Helena Mota Santos

domingo, 14 de agosto de 2016

Feliz dia dos Pais!


(Google Images)




Pai
Sabe aquela estrela que você apontou pra mim?
Eu a peguei lá no céu e hoje trouxe só pra você.

Pai
Sabe aquela flor que você colheu pra mim?
Eu tirei suas pétalas e hoje enfeitei seu caminho.

Pai
Sabe aquele dia que você enxugou minhas lágrimas?
Eu as transformei em alegria para encantar o seu dia.

Pai
Sabe aquele carinho que você me dá todo dia?
Eu peguei um a um e transformei em amor infinito.

Pai
Sabe aquele sol que você me fez ver após a chuva?
Eu o transformei em holofote para iluminar a sua estrada.

Pai
Sabe aquele dia que você foi plateia quando eu era palco?
Hoje eu me tornei sua plateia e sou só aplausos.

Pai
Sabe aquela prece que você me ensinou a recitar?
Eu a enderecei hoje a Deus para seu caminho guiar.


Maria Helena Mota Santos

domingo, 7 de agosto de 2016

Presença


(Google Images)

Para esquecer
Nem sempre
É preciso ausência
Esquece-se
Mesmo
Na presença
Pois lembrar
É mais do que ver
É enxergar
No coração
A quem
Não se quer
Esquecer

Maria Helena Mota Santos

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Cores do ser



(Google Images)


Cada ser traz uma cor
Que permeia este momento
E com um infinito matizado
Vai bordando o firmamento

Cada ser borda um ponto
Com a cor que traz em si
E faz a mistura das cores
Pela alquimia do sentir

Cada ser é uma aquarela
Com as cores que buscou
Uns pintam com cores frias
Outros pintam a cor do amor

São cores amanhecidas
São cores adormecidas
Cores que enfeitam cada hora
Cores que enfeitam cada vida

Maria Helena Mota Santos

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Pássaro livre



(Google Images)

A palavra que me prende
é a mesma que liberta
Vou deixar a porta aberta
e meu pássaro vai fugir

E de posse do meu mundo
vou voar sempre mais alto
Numa terra bem distante
cuja lei é o infinito

Vou cair sem proteção
sem me prender em nenhum laço
E se a chuva me molhar
vou me aquecer em um abraço

E beberei todos seus pingos
e saciarei meu infinito
E se o sol não aparecer
eu o pintarei no meu sorriso

E farei lá no horizonte
o suporte de uma rede
E balançando o meu mundo
vou saciar a minha sede

Maria Helena Mota Santos