Licença Creative Commons
O Blog é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Baseada no trabalho presente em http://www.pintandoosetecomavida.blogspot.com.
.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Voando feliz


(Imagem-Google Imagens)

Se minha lágrima cai respinga no mundo
Se um sorriso se abre enxuga o respingo
Se eu sou tão pequena em relação ao Universo
Com o fermento do amor cresço até o infinito

Se eu ando calada ouço as vozes de dentro
Se eu ando falando o silêncio se instala
Se eu sou obra inédita e de mim não há réplica
Eu preciso ter fé pra vencer a batalha

Se uma estrela cadente se muda do céu
Se eu faço um pedido pra chuva passar
Se a estrela descer enxugando as gotas
Eu já tenho certeza que o sol vai raiar

Se eu estou num cantinho bem particular
Se vislumbro um mundo que vou conquistar
Se na selva não tem animais predadores
Vou mudando de pele e me deixo guiar

Se uma luz me aponta um caminho no mundo
Se uma voz de comando me manda partir
Se eu sou ser alado sem pressa e sem medo
Vou voando feliz num mundo sem fim

Maria Helena Mota Santos

21/05/2010

10 comentários:

  1. mARAVILHOSO VOAR EM CADA CANTINHO DESSE MUNDO E AINDA MAIS, SENDO FELIZ! lindo! BEIJOS, OBRIGADO PELA INTERAÇÃO QUE JÁ ESTÁ LÁ! lINDO DOMINGO!CHICA

    ResponderExcluir
  2. Que lindo amiga,
    Voar em todos, os sentidos, o Voô e aliberdade da alma, é através dele iremos pra todos os lugares, somos totalmente livres quando voamos...

    te amo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lena. Admirável poema.
    Que emoção a cada verso deste maravilhoso texto poético.
    É dificil sempre voar feliz num mundo onde se encontra tanta gente infeliz.
    Antes de ser feliz é importante fazer as pessoas que estão perto de você serem felizes também.

    Tudo tem um siginificado. Abraço querida. Feliz 2011 pra você.
    Bjo!

    ResponderExcluir
  4. Querida Maria Helena...
    Essas "vozes de dentro" também são estrelas...e os anjos quando se apaixonam...vivem no meio de nós...as asas apenas um esboço pronto para o voo...
    Carinhos
    Não tenho como agradecer suaa palavras no meu canto...
    XI-coração

    ResponderExcluir
  5. Maria Helena, que delícia de texto!!
    Também quero voar sem medo e feliz, nesse mundo sem fim...
    Essa é minha proposta de ano novo :)
    Beijo grande querida

    ResponderExcluir
  6. Leninhaaaa. Q lindo! Lindo demais. Quem não segue trocando de pele? A própria vida é uma eterna mudança. Só não pode mudar o vento que faz voar. Bjão minha linda Amei

    ResponderExcluir
  7. voar dá um trabalho...
    lindo poema;

    ResponderExcluir
  8. Doce Maria Helena, voe sempre, seja feliz sempre. Me sinto com asas, livre e solta, podendo voar por estes blogs, lendo e vendo coisas maravilhosas como estas que leio por aqui.
    Minha querida, tenha uma ótima semana.
    beijos com carinho

    ResponderExcluir
  9. No post anterior estávamos correndo, ou caminhando, ou mesmo parados vislumbrando a vida. Agora estamos voando!

    Ouço o som do silêncio pois não há coincidências, não existem o tchau, nem tampouco seu primo distante, o "adeus". Só há Deus. Em mim e em você... E na folha que cai, assim como os pingos chuva.

    Milagre! Eis que te chamo pelo nome, e voo junto contigo!

    ResponderExcluir