Licença Creative Commons
O Blog é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Baseada no trabalho presente em http://www.pintandoosetecomavida.blogspot.com.
.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O amanhecer da dor


(Imagem-Google Imagens)

Todo dia ela amanhece no meu peito,
Pra lembrar que ainda está dentro de mim,
Eu a apago com a luz de cada dia,
Mas ela mostra sua força mesmo assim.

Enfrento a lágrima colocando um sorriso,
Faço planos e vou pro mundo distrair,
A ressonância aponta manchas lá no peito,
É uma luta que não sei se vai ter fim.

Sei que existem situações durante a vida,
Que transcendem a nossa compreensão,
Se não quisermos perder tempo pra entendê-las ,
É melhor enfrentar outra questão.

A minha vida está num jardim suspenso,
Estou num palco e não sei o meu papel,
Eu costumava durante a minha vida,
Representar num lugar que era o céu.

Percebi ondas que pareciam bem tranquilas,
Aproximei e dei um mergulho bem profundo,
Ao abrir os olhos me deparei bem assustada,
Com um "tsunami" que mudou todo meu mundo.

E minha vida segue na ciranda da espera,
De resolver passo a passo essa questão,
Sou otimista e não me rendo aos obstáculos,
Voar mais alto, talvez seja a solução.

Maria Helena Mota

2 comentários:

  1. que texto lindo tia Helena!!!! =*****

    ResponderExcluir
  2. Então voe, tia! Você não é do tipo que se rende a dor. Beijo!

    ResponderExcluir